Estudos

Os Mandamentos de Deus e a Fé de Jesus

Verso Áureo: “Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé de Jesus”. (Apocalipse 14:12)

1.  Em que foi manifestado o amor de Deus por nós?

João 3: 16

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que nEle crê, não pereça, mas tenha a vida eterna.

O amor de Deus se manifestou por nós ao dar seu único Filho como pagamento para os nossos pecados.

2. Como este amor deve manifestado em nós?

I João 4: 19 e 20;

Nós amamos porque ele nos amou primeiro. Se alguém disser: Amo a Deus, e odiar a seu irmão, é mentiroso; pois aquele que não ama a seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê.

O amor de Deus se manifesta em nós quando amamos o nosso próximo.

3. Como podemos retribuir o amor de Deus?

João 14: 15

I João 2: 4

Se me amares, guardarei os meus mandamentos.

Aquele que diz: Eu o conheço e não guarda os seus mandamentos é mentiroso, e nele não está a verdade.

Nós retribuímos o amor de Deus por nós quando somos obedientes aos Seus mandamentos.

4. O que é o mandamento de Deus, segundo Jesus?

João 12: 50

E sei que o seu mandamento é a vida eterna. As coisas, pois, que eu falo, como o Pai me tem dito, assim falo.  

Guardar os mandamentos de Deus é viver um pedaço do céu na Terra e já ser participante da vida eterna em Jesus. (Veja também: João 15:9, 10, 12 e 13)

5. O que expressa a lei ou mandamento de Deus?

Romanos 7: 12

Por conseguinte, a lei é santa; e o mandamento, santo, e justo e bom.

Deus é santo, justo e bom. A lei de Deus é uma expressão exata do Seu caráter. Deus é amor e o cumprimento da Lei é o amor, portanto, quando andamos em obediência à Lei de Deus, estamos sendo aperfeiçoados conforme o caráter de Deus. (Veja também: Romanos 13: 11; Êxodo 34: 5-7)

6. Por que devemos ser santos e perfeitos?

Mateus 5: 48

Levítico 19:2

Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste.

Fala a toda a congregação dos filhos de Israel e dize-lhes: Santos sereis, porque eu, o SENHOR, vosso Deus, sou santo.

A palavra “santo” significa “separado para um fim sagrado”. Deus deseja que sejamos separados deste mundo e vivamos em um patamar de obediência à Sua vontade. (Veja também: Levítico 20: 26; 11: 44; Deuteronômio 18: 13; I Pedro 1: 15 e 16)

7. Como seremos perfeitos diante de Deus?

Gênesis 17: 1; 5:22-24

Quando atingiu Abrão a idade de noventa e nove anos, apareceu-lhe o SENHOR e disse-lhe: Eu sou o Deus Todo-Poderoso; anda na minha presença e sê perfeito.

Andou Enoque com Deus e já não era, porque Deus o tomou para si.

Para sermos perfeitos precisamos entregar-nos diariamente ao Senhor. Andar na presença de Deus é escolher servi-Lo em cada momento e atitude da vida. (Veja também: Hebreus 11:5)

8. Para que a lei foi dada?

Romanos 3: 20; 7:7

Visto que ninguém será justificado diante dele por obras da lei, em razão de que pela lei vem o pleno conhecimento do pecado.

Que diremos, pois? É a lei pecado? De modo nenhum! Mas eu não teria conhecido o pecado, senão por intermédio da lei; pois não teria eu conhecido a cobiça, se a lei não dissera: Não cobiçarás.

A Lei de Deus nos revela o que é o pecado. É o padrão divino ideal para a santidade. Mas nós não podemos guardar a Leis por nós mesmos.

9. Poderemos agradar a Deus vivendo segundo as nossas próprias vontades?

Romanos 8: 7-8

Por isso, o pendor da carne é pecado contra Deus, pois não está sujeita à lei de Deus, nem mesmo pode estar. Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus.

Por sermos carnais e pecadores, a nossa natureza é contrária à natureza divina que é santa. Não somos, por natureza, inclinados à obediência. Precisamos de um poder que não possuímos para sermos guardadores da Lei.

10. Qual é o poder que precisamos obter para sermos obedientes à Lei de Deus?

Romanos 1: 4-5

Romanos 3: 26, 31

…Jesus Cristo, por intermédio de quem viemos a receber graça e apostolado por amor do seu nome, para a obediência por fé, entre todos os gentios.

Tendo em vista a manifestação da sua justiça no tempo presente, para ele mesmo ser justo e o justificador daquele que tem fé em Jesus.

Anulamos, pois, a lei pela fé? Não, de maneira nenhuma! Antes, confirmamos a lei.

Mediante a fé em Jesus recebemos a graça vivificadora. A graça possui o poder de nos transformar em obedientes. Essa graça só é obtida por meio da fé em Jesus. (Veja também: Deuteronômio 28: 1-2; 30: 15-20; Romanos 6: 14, 22 e 23)

11. Qual o fundamento para a guarda dos mandamentos no Antigo Testamento e no Novo Testamento?

Gênesis 15: 6

Ele creu no SENHOR, e isso lhe foi imputado para justiça.

A justiça de Deus foi imputada (dada) a Abraão não por alguma boa obra que ele tivesse feito, mas porque ele creu, teve fé que Deus era poderoso para cumprir o que pedia. Justiça é guardar os mandamentos de Deus (Salmos 119: 172). Abraão se tornou obediente porque creu, revê fé em Deus. (Veja também: Gênesis 17: 1-2; Deuteronômio 6: 5; Romanos 1: 17; 9: 32 e 33)

12. Qual é a Nova Aliança que Cristo quer fazer conosco?

Hebreus 10: 15-16

E disto nos dá testemunho também o Espírito Santo; porquanto, após ter dito: Esta é a Aliança que farei com eles, depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei no seu coração as minhas leis e sobre a sua mente as inscreverei.

Na nova Aliança feita conosco através do sangue de Cristo, mediante o Espírito Santo, Jesus inscreve a lei no nosso coração e na nossa mente, ou seja, mediante o Seu poder Ele nos faz obedientes, se nos submetermos a Ele. (Veja também: Jeremias 31: 31-34; 32: 40; Hebreus 8: 8-12)

13. Recebemos a lei ao recebermos a Cristo?

Salmos 40: 7 e 8

Então, eu disse: eis aqui estou, no rolo do livro está escrito a meu respeito; agrada-me fazer a tua vontade, ó Deus meu; dentro do meu coração, está a tua lei.  

Jesus possuía a Lei em Seu coração. Ele mesmo diz: “Eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai” (João 15:10). Ao permitirmos que Jesus viva em nós, estaremos trazendo para nossa vida a obediência dEle. (Veja também: Salmos 37:30 e 31)

14. O que ocorre quando Cristo vive em nós?

Romanos 8: 10 e 14

Se, porém, Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito é vivo, por causa da justiça.

Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus.

Ao Jesus habitar em nós, os nossos desejos da carne deixam de ter força (morrem) e a vida espiritual (Cristo) passa a dominar. (Veja também: Romanos 8:11 e 17; Ezequiel 11: 19 e 20)

15. Como Cristo passa a viver em nós?

Efésios 3: 16-17

Apocalipse 3: 20

Para que, segundo a riqueza da sua glória, vos conceda que sejais fortalecidos com poder, mediante o seu Espírito no homem interior; e, assim, habite Cristo no vosso coração, pela fé, estando vós arraigados e alicerçados em amor.

Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo.

Mediante a fé em Cristo nós recebemos o Espírito Santo em nós, e este Espírito transmite-nos a vida de Cristo. (Veja também: João 7:38-39)

16. Qual é a verdadeira fé?

Apocalipse 14: 12

Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé de Jesus.

A verdadeira fé é a fé de Jesus. Esta é a fé perfeita. Ao recebermos Jesus em nós, recebemos Sua graciosa fé.

17. Como a fé de Jesus se manifestava?

João 15: 10; 6:38

Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; assim como também eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai e no seu amor permaneço.

Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, e sim a vontade daquele que me enviou.

A fé de Jesus se manifestava na obediência a todos os mandamentos da Lei de Deus  (Mateus 5: 17-18). Jesus não veio ao mundo fazer Sua própria vontade, mas a vontade de Deus. Quando de fato possuirmos a Cristo, assim será também nossa vida. (Veja também: João 7: 15)

18. O que Jesus afirmou de Si mesmo?

João 6: 57 e 63

Assim como o Pai, que vive, me enviou, e igualmente eu vivo pelo Pai, também quem de mim se alimenta por mim viverá.

O espírito é o que vivifica; a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos tenho dito são espírito e são vida.

Precisamos nos alimentar diariamente de Jesus para vivermos por Ele. Aprenderemos através do estudo das palavras de Jesus na Bíblia.

19. Para que Jesus nos comunica Sua vida?

Efésios 2: 10

Pois somos feituras dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas.  

Ele nos comunica Sua vida para que assim como Ele viveu na prática das boas obras, assim também nós vivamos. (Veja também: Colossences 2: 6, 7, 10; 3:1-4)

 

A Imutável Lei de Deus

 

20. O que foi visto por João no Céu?

Apocalipse 11: 19

Abriu-se então, o santuário de Deus, que se acha no céu, e foi vista a arca da Aliança no seu santuário, e sobrevieram relâmpagos, vozes, trovões, terremoto e grande saraivada.

21. O que estava dentro da Arca da Aliança?

Êxodo 25: 21

Deuteronômio 10: 4-5

Porás o propiciatório em cima da arca; e dentro dela porás o testemunho, que eu te darei.

Então, escreveu o SENHOR nas tábuas, segundo a primeira escritura, os dez mandamentos que ele vos falara no dia da congregação, no monte, no meio do fogo; e o SENHOR mas deu a mim. Virei-me, e desci do monte, e pus as tábuas na arca que eu fizera; e ali estão, como o SENHOR me ordenou.

João viu no céu a Arca da Aliança. Dentro da Arca estão os Dez Mandamentos, a santa Lei de Deus.

22. Por quem foram escritos os Dez Mandamentos?

Êxodo 31:18

Deuteronômio 4: 13

E, tendo acabado de falar com ele no monte Sinai, deu a Moisés as duas tábuas do Testemunho, tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus.

Então, vos anunciou ele a sua aliança, que nos prescreveu, os dez mandamentos, e os escreveu em duas tábuas de pedra.

No estudo 1 deste livro, vimos que a Bíblia toda foi escrita por homens inspirados por Deus, no entanto, a Lei de Deus é tão santa, que Ele mesmo escreveu com Seu próprio dedo.

23. Leia e medite no que diz a Lei de Deus. Veja como ela pode ser aplicada em sua vida e procure entender o propósito de Deus em dar-nos uma Lei.

Êxodo 20: 3-17

Não terás outros deuses diante de mim.

Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima nos céus, nem embaixo na terra, nem as águas debaixo da terra.

Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu sou o SENHOR, teu Deus, Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos até à terceira geração daqueles que me aborrecem e faço misericórdia até mil gerações daqueles que me amam e guardam os meus mandamentos.

Não tomarás o nome do SENHOR, teu Deus, em vão, porque o SENHOR não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão.

Lembra-te do dia de sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás e farás toda a tua obra. Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR, teu Deus; não farás nenhum trabalho, nem tu, nem o teu filho, nem a tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o forasteiro das tuas portas para dentro; porque, em seis dias, fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo que neles há e, ao sétimo dia descansou; por isso, o SENHOR abençoou o dia de sábado e o santificou.

Honra teu pai e tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR, teu Deus, te dá.

Não matarás.

Não adulterarás.

Não furtarás.

Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.

Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçaras a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma que pertença ao teu próximo.

24. Como se resume o conteúdo das duas tábuas da lei?

Mateus 22: 36-40

Mestre, qual é o grande mandamento na Lei? Respondeu-lhe Jesus: Amarás o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas.

A Lei de Deus se resume nestes dois mandamentos: amor a Deus e amor ao próximo. Exatamente por isso ela foi escrita em duas tábuas.

25. Qual é a atitude de Jesus em relação à validade da lei de Deus?

Mateus 5: 17-18; 19:17

Não penseis que vim destruir a lei ou os Profetas; não vim para regovar, vim para cumprir. Porque em verdade Vos digo: até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da Lei, até que tudo se cumpra.

Respondeu-lhes Jesus: Por que me perguntas acerca do que é bom? Bom só existe um. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos.

A Lei de Deus é eterna, como Deus é eterno. É o padrão de santidade para entrarmos na vida eterna.

26. Acaso Deus permite mudanças em sua palavra ou mandamentos?

Salmos 89: 34

Não violarei a minha aliança, nem modificarei o que os meus lábios proferiram.

A Lei de Deus nunca foi mudada, nem nunca será.

27. O que Paulo escreveu sobre os mandamentos de Deu?

Romanos 3: 31; 7:12

Anulamos, pois, a lei pela fé? Não, de maneira nenhuma! Antes, confirmamos a lei.

Por conseguinte, a lei é santa; e o mandamento, santo, e justo, e bom.

Mediante a fé em Cristo tornamo-nos obedientes à Lei de Deus.

28. O que acontecerá no futuro, segundo a Bíblia, com a lei de Deus?

Daniel 8:12; 7:25

O exército lhe foi entregue, com o diário, por causa das transgressões; e deitou por terra a verdade; e o que fez prosperou.

Proferirá palavras contra o Altíssimo, magoará os santos do Altíssimo e cuidará em mudar os tempos e a lei; e os santos lhe serão entregues nas mãos, por um tempo, dois tempos e metade de um tempo.

Surgirá um poder que fará uma mudança ousada na Lei de Deus, sem ter a autorização para isso.

29. O que os homens fizeram com a verdade de Deus?

Romanos 1: 25

Pois eles mudaram a verdade de Deus em mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do Criador, o qual é bendito eternamente. Amém!

Já vimos nos estudos passados que a Lei de Deus nos ordena santificar o sábado, e os homens colocaram o domingo como dia de guarda em lugar do que Deus escolheu.

30. O que muitos seguem no lugar dos mandamentos de Deus?

Marcos 7: 6-9

Respondeu-lhes: Bem profetizou Isaías a respeito de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens. Negligenciando o mandamento de Deus, guardais a tradição dos homens. E disse-lhes ainda: Jeitosamente rejeitais o preceito de Deus para guardardes a vossa própria tradição.

Quando tentamos adorar a Deus segundo a nossa própria vontade, Ele não recebe a adoração, estamos realizando uma obra em vão. Mas quando adoramos a Deus segundo a  Sua vontade e segundo os Seus mandamentos, a adoração é válida.

31. Podemos observar um mandamento e rejeitar outro?

Tiago 2: 10-12

Pois qualquer que guarda toda a lei, mas tropeça em um só ponto, se torna culpado de todos. Porquanto, aquele que disse: Não adulterarás também ordenou: Não matarás. Ora, se não adulterarás, porém matas, vens a ser transgressor da lei. Falai de tal maneira e de tal maneira procedei como aqueles que hão de ser julgados pela lei da liberdade.

Não adianta para nós guardar nove mandamentos e esquecer-se de um. Deus requer uma obediência completa. A Lei de Deus será o padrão do julgamento no céu.

32. Que chamado faz Deus ao Seu povo no tempo do fim?

Apocalipse 14: 12

Aqui está a paciência dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé de Jesus.

O povo de Deus que “perseverar” (Mateus 24:13) para ser salvo nos últimos dias, guardará os mandamentos de Deus.

33. O que envolve o “temer a Deus” de Apocalipse 14:7?

Eclesiastes 12:13

De tudo o que se tem ouvido, a suma é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo homem.

O verdadeiro temor a Deus se manifesta na observância aos Seus mandamentos. Este é o nosso dever.

34. O que é mais importante para Deus?

Atos 5: 29

Tito 1: 14

Então, Pedro e os demais apóstolos afirmaram: Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens.

E não se ocupem com fábulas judaicas, nem com mandamentos de homens desviados da verdade.