Estudos

Lições Sobre a Fé

Sem fé é impossível agradar a Deus. A razão é que “tudo o que não é de fé, é pecado” (Romanos 14:23), então, o pecado não pode agradar a Deus. É por isso que, como confirma o Espírito de profecia na primeira página da Review de 18 de Outubro de 1898: “A compreensão do que a escritura quer dizer quando nos urge à necessidade de cultivar a fé é mais essencial que qualquer outro conhecimento ao nosso alcance”. De forma que, no que se sucede em cada número da Review, ofereceremos, nesta mesma coluna, uma lição bíblica sobre fé. O que é, como surge, como exercitá-la, a fim de que todo aquele que leia esta revista possa adquirir este conhecimento que “é mais essencial que qualquer outro conhecimento ao nosso alcance.” (Review and Herald, 29/11/1898).

“Buscai primeiro o reino de DEUS, e a Sua justiça” (Mateus 6:33). Se você tiver a justiça de DEUS, terá a vida de DEUS. “Mas agora… se manifestou a justiça de Deus… a todos e sobre todos os que creem” (Romanos 3:21 e 22). Crê nisso? Assim seja! Se “crer”, é tão certo agora. Quando reconhece que Deus lhe é veraz agora, neste momento, então essa declaração é verdadeira. Nele e em você agora. Isto significa crer em Deus, crer em Sua palavra, ter a Sua palavra residindoem você. Apalavra de Deus é verdadeira, mesmo que ninguém sobre a Terra nela creia. Mas se você crer na palavra de Deus, então a Sua palavra estará em você. “Se permanecerdes em Mim e as Minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiserdes, e vos será feito” (João 15:7). “A fé que tens, tem-na para ti mesmo perante Deus” (Romanos 14:22). Se você não crer por si mesmo exatamente agora (não ontem, nem amanhã), não tem fé na realidade. “Eis que agora o tempo sobremodo oportuno, eis agora o dia da salvação” (II Coríntios 6:2). “Agora… se manifestou a justiça de Deus… mediante a féem Jesus Cristo, para todos e sobre todos os que creem.” (Romanos 3:21 e 22).

No momento em que o pecador crê em Cristo, ele se apresenta à vista de Deus sem condenação, pois a justiça de Cristo é sua; a perfeita obediência de Cristo é-lhe imputada. O que você deseja exatamente agora? Deseja a justiça de Deus ou deseja manter os seus pecados? “Sendo justificados gratuitamente por Sua graça, mediante a redenção que háem Cristo Jesus; a quem Deus propôs no Seu sangue, como propiciação, mediante a fé, para manifestar a Sua justiça, por ter Deus, na Sua tolerância, deixado impunes os pecados anteriormente cometidos.” (Romanos 3:24 e 25). “Sendo” está no tempo presente – agora, todos quantos creem têm os seus pecados perdoados. Agora a justiça é declarada para você para a remissão dos seus pecados – somente creia agora. Isto é suficiente porque Ele declara: “Tendo em vista a manifestação da Sua justiça no tempo presente para Ele mesmo ser justo e justificador daquele que tem fé em Jesus.” (Romanos 3:26). Os requisitos de Deus são satisfeitos pela Sua provisão. Aceitará você a provisão de Deus? “Mas ao que não trabalha, porém crê naquele que justifica ao ímpio, a sua fé lhe é atribuída como justiça.” (Romanos 4:5).

Esta é a palavra da vida. Se viver pela fé, viver pela palavra de Deus exatamente agora, crendo na promessa dada por Deus, a palavra de Deus exatamente agora será verdadeira em você. “Abraão creu em Deus, e isso lhe foi imputado para justiça” (Romanos 4:3). “E não somente por causa dele está isto escrito que lhe foi levado em conta, mas também por nossa causa, posto que a nós igualmente nos será imputado, a saber, a nós que cremos naquele que ressuscitou dentre os mortos a Jesus nosso Senhor; o qual foi entregue por causa das nossas transgressões e ressuscitou por causa da nossa justificação. Justificados, pois, mediante a fé, tenhamos paz com Deus, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo.” (Romanos 4:23-25 e 5:1). Agora, neste tempo, esta é uma verdade; é verdade nEle. Agora, neste tempo, permita que isso seja verdade em você.

“O JUSTO VIVERÁ PELA FÉ”! (Romanos 1:17)

Precisamos ter, e podemos ter, a vida de Cristo hoje, pois quando Ele vier, transformará o nosso corpo vil pelo mesmo poder pelo qual transformou os nossos corações na experiência do “novo nascimento”. O coração precisa ser transformado agora. Ele não pode ser mudado, exceto pela vida de Cristo nele adentrando e habitando. Mas quando Cristo está no coração, podemos viver a Sua vida, e então quando Ele vier, a glória será revelada.

A justiça de Deus é a perfeita lei de Deus, a qual é tão somente a transcrição de Sua própria justa vontade. Toda iniquidade é pecado ou transgressão da lei. O evangelho é o remédio de Deus para o pecado; sua obra, portanto, deve ser a de levar os homens à harmonia com a lei – produzir a operação da justiça da lei manifestada em suas vidas. Mas isso é inteiramente uma obra de fé – a justiça de Deus é revelada “de fé em fé” – fé no início e fé no fim – como está escrito: “o justo viverá pela fé”.

Devemos perder inteiramente a confiança em nós mesmos, e depositar toda nossa confiança nAquele que é poderoso para salvar. A pessoa que é derrotada, caindo vez após vez em pecado, não está combatendo o bom combate da fé. Está combatendo o pobre combate da autoconfiança e derrota.

AO VENCEDOR!

 Todas as promessas de felicidade final são para o vitorioso. “Ao vencedor”, declarou Jesus, “dar-lhe-ei sentar-se comigo no Meu trono com Meu Pai no Seu trono” (Apocalipse 3:21). “Porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não procede do Pai, mas procede do mundo.” (I João 2:16). As vitórias a vencer são vitórias sobre as paixões da carne (II Pedro 2:18), as paixões dos olhos (Salmo 101:3) e a soberba da vida (I João 2:16), vitórias sobre o eu e as indulgências egoístas. Aqui está o segredo da força: é Cristo, o Filho de Deus, Aquele a quem todo o poder no céu e na Terra foi dado, quem realiza a obra. Ele deve viver no coração e realizar a obra. “Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé” (I João 5:4). O Seu insuperável poder realiza a obra naquela cuja fé se agarra ao Seu braço. A fé capacitou Pedro a caminhar sobre as ondas; o temor o fez afundar. Essa fé em Jesus é poderosa para nos salvar do pecado, “levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo” (II Coríntios 10:5). Os servos de Deus, em suas fraquezas, “por meio da fé, subjugaram reinos, praticaram a justiça, obtiveram promessas, fecharam boca de leões, extinguiram a violência do fogo, escaparam ao fio da espada, da fraqueza tiraram força, fizeram-se poderosos em guerra, puseram em fuga exércitos de estrangeiros.” (Hebreus 11:33 e 34).

CULTIVANDO A FÉ!

 Cultivar a fé é mais essencial do que qualquer conhecimento que possa ser adquirido. Romanos 10:17: “A fé vem pela pregação e a pregação, pela palavra de Cristo”. “Pois fostes regenerados, não de semente corruptível, mas de incorruptível, mediante a palavra de Deus, a qual vive e é permanente” (I Pedro 1:23). “De longo tempo, houve céus bem como terra, a qual surgiu da água e através da água pela palavra de Deus… e pela mesma palavra têm sido entesourados para o fogo, estando reservados para o dia do juízo e destruição dos homens ímpios.” (II Pedro 3:5-7).

O centurião declarou: “Apenas manda com uma palavra, e o meu rapaz será curado… Ouvindo isto, admirou-se Jesus, e disse aos que O seguiam: Em verdade vos afirmo que nem mesmo em Israel achei fé como esta.” (Mateus 8:6-10).