Estudos

47. A Expiação no Antigo Testamento

Por que o sacrifício de Abel foi mais aceitável para Deus do que o de Caim?

“Pela fé Abel ofereceu a Deus mais excelente sacrifício que Caim, pelo qual alcançou testemunho de que era justo, dando Deus testemunho das suas oferendas, e por meio dela depois de morto, ainda fala”. Hebreus 11:4.

Para que seu sacrifício aponta no futuro?

“Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver, que por tradição recebestes dos vossos pais, mas com precioso sangue, como de um cordeiro sem defeito e sem mancha, o sangue de Cristo, o qual, na verdade, foi conhecido ainda antes da fundação do mundo, mas manifesto no fim dos tempos por amor de vós”. 1 Pedro 1:18-20.

O que obteve Abel, por seu sacrifício?

Pela fé Abel ofereceu a Deus mais excelente sacrifício que Caim, pelo qual alcançou testemunho de que era justo, dando Deus testemunho das suas oferendas, e por meio dela depois de morto, ainda fala”. Hebreus 11:4.

Com qual sacrifício Deus ordenou a Abraão adorá-lo?

“Respondeu-lhe: Toma-me uma novilha de três anos, uma cabra de três anos, um carneiro de três anos, uma rola e um pombinho. Ele, pois, lhe trouxe todos estes animais, partiu-os pelo meio, e pôs cada parte deles em frente da outra; mas as aves não partiu”. Gênesis 15:9,10.

Como Jacó manifestou sua fé no Redentor prometido?

“Partiu, pois, Israel com tudo quanto tinha e veio a Beer-Seba, onde ofereceu sacrifícios ao Deus de seu pai Isaque”. Gênesis 46:1.

O que ordenou Deus a Moisés que ele fizesse?

“Então disse o SENHOR a Moisés”. Êxodo 25:1.

“E me farão um santuário, para que eu habite no meio deles”. Êxodo 25:8. (Ver também Atos 7:44 e Hebreus 8:5).

“O tabernáculo farás de dez cortinas de linho fino torcido, e de estofo azul, púrpura, e carmesim; com querubins as farás, obra de artífice”. Êxodo 26:1.

“Farás também cortinas de pêlos de cabras para servirem de tenda sobre o tabernáculo; onze destas cortinas farás”. Êxodo 26:7.

“Farás também para a tenda uma coberta de peles de carneiros, tintas de vermelho, e por cima desta uma coberta de peles de texugo”. Êxodo 26:14.

Quantos compartimentos o santuário possuía?

“Pendurarás o véu debaixo dos colchetes, e levarás para dentro do véu a arca do testemunho; este véu vos fará separação entre o Lugar Santo e o Santo dos Santos”. Êxodo 26:33.

O que estava no primeiro compartimento?

“Pois foi preparada uma tenda, a primeira, na qual estavam o candeeiro, e a mesa, e os pães da proposição; a essa se chama o Santo Lugar”; Hebreus 9:2.

Qual outro artigo estava no primeiro compartimento?

“Pôs o altar de ouro na tenda da congregação diante do véu”. Êxodo 40:26. (Ver também Êxodo 30:1-6).

O que estava contido no Segundo compartimento, ou no lugar santíssimo?

“Mas depois do segundo véu estava a tenda que se chama o Santo dos Santos, que tinha o incensário de ouro, e a arca do pacto, toda coberta de ouro em redor; na qual estava um vaso de ouro, que continha o maná, e a vara de Arão, que tinha brotado, e as tábuas do pacto”; Hebreus 9:3,4. (Ver também Êxodo 40:20,21).

Por qual nome era conhecida a cobertura da arca?

“E porás o propiciatório em cima da arca; e dentro da arca porás o testemunho que eu te darei”. Êxodo 25:21.

Onde estava Deus, pelo símbolo de Sua presença, para se encontrar com o sumo sacerdote de Israel?

“E ali virei a ti, e de cima do propiciatório, do meio dos dois querubins que estão sobre a arca do testemunho, falarei contigo a respeito de tudo o que eu te ordenar no tocante aos filhos de Israel”. Êxodo 25:22.

O que estava na arca, embaixo do trono de misericórdia?

Então o SENHOR escreveu nas tábuas, conforme a primeira escritura, os dez mandamentos, que ele vos falara no monte, do meio do fogo, no dia da assembléia; e o SENHOR mas deu a mim. Virei-me, pois, desci do monte e pus as tábuas na arca que fizera; e ali estão, como o SENHOR me ordenou”. Deuteronômio 10:4,5.

Quando esta construção estava terminada, por qual propósito foi isto usado, e quem oficiava diariamente no primeiro compartimento?
“Ora, estando estas coisas assim preparadas, entram continuamente na primeira tenda os sacerdotes, celebrando os serviços sagrados”; Hebreus 9:6.

Quem somente poderia entrar no segundo compartimento? Com que freqüência? Para que propósito?

“Mas na segundo só o sumo sacerdote, uma vez por ano, não sem sangue, o qual ele oferece por si mesmo e pelos erros do povo”; Hebreus 9:7.

Como alguém comete pecado?

“Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é a transgressão da lei”. 1 João 3:4.

E qual é o salário do pecado?

“Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eternaem Cristo Jesus nosso Senhor”. Romanos 6:23.

Quando alguém do povo comum pecava, o que ele devia fazer para salvar sua vida?

“E se alguém dentre a plebe pecar por ignorância, fazendo qualquer das coisas que o SENHOR ordenou que não se fizessem, e assim se tornar culpado; se o pecado que cometeu lhe for notificado, então trará por sua oferta uma cabra, sem defeito, pelo pecado cometido; porá a mão sobre a cabeça da oferta pelo pecado, e a imolará no lugar do holocausto”. Levítico 4:27-29.

O que era feito com o sangue?

“Depois o sacerdote, com o dedo, tomará do sangue da oferta, e o porá sobre as pontas do altar do holocausto; e todo o resto do sangue derramará à base do altar”. Levítico 4:30.

Como era disposto o corpo da oferta pelo pecado?

“Fala a Arão e a seus filhos, dizendo: Esta é a lei da oferta pelo pecado: no lugar em que se imola o holocausto se imolará a oferta pelo pecado perante o SENHOR; coisa santíssima é. O sacerdote que a oferecer pelo pecado a comerá; comê-la-á em lugar santo, no átrio da tenda da congregação”. Levítico 6:25,26. Ver verso 16

Após a acumulação dos pecados do ano por este meio, o que ocorria no décimo dia do sétimo mês?

“Também isto vos será por estatuto perpétuo: no sétimo mês, aos dez do mês, afligireis as vossas almas, e não fareis trabalho algum, nem o natural nem o estrangeiro que peregrina entre vos; porque nesse dia se fará expiação por vós, para purificar-vos; de todos os vossos pecados sereis purificados perante o SENHOR”. Levítico 16:29,30.

NOTA: Parece que com isso a expiação não era completada até o fim do ano cerimonial. Expiação significa “satisfação ou reparação feita pela entrega de algo equivalente a um dano. Webster.

Após apresentar uma oferta por si mesmo, o que o sumo sacerdote deveria fazer em seguida?

“Também tomará os dois bodes, e os porá perante o SENHOR, à porta da tenda da congregação. E Arão lançará sortes sobre os dois bodes: uma pelo SENHOR, e a outra por emissário”. Levítico 16:7,8.

O que era feito com o bode sobre o qual caía a sorte pelo Senhor?

“Depois imolará o bode da oferta pelo pecado, que é pelo povo, e trará o sangue do bode para dentro do véu; e fará com ele como fez com o sangue do novilho, espargindo-o sobre o propiciatório, e perante o propiciatório”; Levítico 16:15.

Era necessário fazer esta expiação?

“E fará expiação pelo santuário por causa das imundícias dos filhos de Israel e das suas transgressões, sim, de todos os seus pecados. Assim também fará pela tenda da congregação, que permanece com eles no meio das suas imundícias”. Levíticos 16:16.

Após o sumo sacerdote sair do santuário com os pecados ainda sobre ele, tendo feito expiação por eles no lugar santíssimo, o que ele fazia em seguida?
“Quando Arão houver acabado de fazer expiação pelo lugar santo, pela tenda da congregação, e pelo altar, apresentará o bode vivo; e, pondo as mãos sobre a cabeça do bode vivo, confessará sobre ele todas as iniqüidades dos filhos de Israel, e todas as suas transgressões, sim, todos os seus pecados; e os porá sobre a cabeça do bode, e enviá-lo-á para o deserto, pela mão de um homem designado para isso”. Levítico 16:20,21.

Quem então carregava os pecados do povo, após o sumo sacerdotal tê-los retirado, e o acampamento ficado livre deles?

“Assim aquele bode levará sobre si todas as iniqüidades deles para uma região solitária; e esse homem soltará o bode no deserto”. Levítico 16:22.

O TABERNACULOA TERRESTRE

O santuário no deserto foi construído sob a direção de Moisés, de acordo com o modelo mostrado a ele no monte (Êxodo 25:7-8, 40; Hebreus 8:5).

Rodeando este tabernáculo do deserto estava um átrio (algumas vezes chamado Átrio Exterior) o qual era feito de cortinas brancas atadas a postes (Êxodo 27:9-18), e tinha cerca de25 metrosde largura por 50 de comprimento (baseado no côvado de 55cm). No átrio estava o Altar de Ofertas Queimadas, o lavatório e o Tabernáculo. Este altar era também chamado Altar de Bronze, uma vez que havia um segundo altar, o Altar de Ouro, dentro do Tabernáculo. Este Altar exterior (Êxodo 27:1-9) era oco por dentro e coberto com bronze, e tinha1,5 metrode altura e 2,25 metros quadrados. Sobre este altar eram colocados os animais que eram oferecidos como oferta queimada. Logo depois dele, estava o lavatório do altar (Êxodo 30:18-21), onde os sacerdotes lavavam-se antes de entrarem no Tabernáculo.

O santuário terrestre (Êxodo 26:1-37) era uma tenda com paredes de Madeira, 4 camadas como forro e cobertura, e ouro e uma bela cortina por dentro. Com cerca de 5 por15 metrosde tamanho, este tabernáculo era portátil, assim podia ser tomado e movido de lugar em lugar nas jornadas de Israel através do deserto. Divido por um véu interior em duas salas ou compartimentos, era o lugar mais santo que existia na terra. O sacerdote entrava no Primeiro Compartimento todos os dias com sangue, e entreva, passando pelo Candelabro de Ouro de sete hastes, com suas sete lâmpadas de fogo (Êxodo 25:31-40); passava a Mesa dos Pães da presença (também chamada de Mesa dos Pães da Proposição), contendo os pães dedicados para permanecer na presença do Senhor (Êx. 25:23-30); e vinha para o Altar de Incenso (Êxodo 30:1-10) do qual a fumaça de incenso especialmente preparado se erguia, por cima do topo do véu divisor (que não atingia o teto), e para dentro do lugar Santíssimo. Sobre o Altar de ouro e o véu, o sacerdote aspergia um pouco do sangue sacrifical (Levítico 4-5). Uma descrição parcial disto pode ser encontrada em Hebreus 9:1-7. Todos os móveis dentro do Primeiro e Segundo Compartimentos eram feitos de ouro sólido, ou coberto com ouro.

O Segundo Compartimento, ou Lugar Santíssimo (Êxodo 26:33) continha a Arca do Concerto (Êxodo 26:17-22). Entre dois Querubins estava a glória do Shekinah da presença de Deus (Êxodo 26:22; 40:34), Abaixo dela estava o Trono de Misericórdia, uma placa sólida de ouro que cobria o topo da Arca, dentro da qual estava o fundamento do governo de Deus: A lei Moral dos Dez Mandamentos (Êxodo 20:3-17) a qual fora escrita pelo dedo de Deus em pedra (Êxodo 24:12) e então colocada na Arca (Êxodo 40:20). Toda humanidade deve ser governada por estes santos preceitos, mesmo até o fim do tempo (Apocalipse 12:17; 14:12) e também após (Apocalipse 22:14; Isaías 66:22). Somente uma vez ao ano, no Dia da Expiação, o sumo sacerdote entrava no Segundo Compartimento para limpar o santuário e o povo de pecado (Levítico 16:30, 33-34 e todo o capítulo; Daniel 8:14).